1183443086019294. 1183443086019294.
top of page

MAPA - PED - METODOLOGIA DA ALFABETIZAÇÃO - 51/2024



O uso de cartilhas é de um ensino não contextualizado com a realidade das crianças, é algo que não cabe mais ao ensino e aprendizagem atual. Compreender as experiências e a bagagem de conhecimento que traz cada criança é algo fundamental à pratica docente, assim será possível agregar valor a esse processo incluindo diversidade de gêneros textuais com temáticas relacionadas a essas experiências, que sejam significativas para a turma, especialmente quando se trata da etapa da alfabetização (MORAES, 2014).


“No desenvolvimento da linguagem oral e escrita, é importante considerar a linguagem um meio de comunicação, expressão, representação, interpretação e modificação da realidade, além de ter um papel fundamental na formação da criança e nas diversas práticas sociais. O convívio com a linguagem oral e escrita deve ser compreendido como uma atividade da realidade, considerando que as crianças são ativas na construção de seu conhecimento” (LOTCH, 2016, p. 46).

Dessa maneira, fica evidente o quão dinâmico e ativo precisa acontecer o processo de ensino e aprendizagem, uma vez que a criança deve sentir-se participante dele, respeitada em suas potencialidades e dificuldades. É bem verdade que para que o ensino se desenvolva ativamente, a dinamicidade, criatividade, preparo e planejamento docente são fundamentais no intuito de possibilitar ao estudante estímulos diversificados, pois “muito antes de serem capazes de ler, no sentido convencional do termo, as crianças tentam interpretar os diversos textos que encontram a seu redor (livros, embalagens comerciais, cartazes de rua), títulos (anúncios de televisão, histórias em quadrinhos etc.).

O estudo dessas atividades de interpretação de textos é pertinente para nossa compreensão dos processos de leitura, por duas razões:


a) aceitar a realidade dos processos de assimilação implica também aceitar que aprendizagem alguma começa do zero; o estudo pormenorizado do que a criança traz consigo — sua bagagem de esquemas interpretativos — antes de iniciar o processo de escolarização é essencial — dentro desta perspectiva — para saber sobre que bases será possível estimar que tal ou qual informação (apresentada desta ou daquela maneira) será fácil, difícil ou impossível de ser assimilada pela criança;


b) consideramos a caracterização do processo de leitura como um processo no qual, para obter significado, o leitor recorre a fontes de informação visuais e não visuais” (FERREIRO, 2017, p. 77-78). FERREIRO, E. Alfabetização em processo. 21 ed. São Paulo: Cortez, 2017. LOTSCH, V de O. Alfabetização e Letramento I. São Paulo: Cengage Learning, 2016. MORAES, F. O uso de textos na alfabetização: formação inicial e continuada. Petrópolis: Vozes, 2014. Trabalhar com textos na alfabetização é algo muito enriquecedor, tanto para os alunos quanto para o docente, desde que seja uma prática bem planejada e considere a realidade, as potencialidades e as dificuldades da turma. Dessa maneira, a proposta deste MAPA consiste em desenvolver junto a uma criança, com idade entre 5 anos completos e 8 anos e onze meses, um texto. Para isso, considere os itens a seguir que deverão ser devidamente preenchidos no Formulário Mapa para envio da sua atividade.


1- Imagem do texto produzido pela criança: (neste item você inserirá a imagem do texto produzido pela criança, lembrando que caso seja necessário, você será escriba, ou seja, deve escrever logo abaixo do texto da criança o relato da intenção dela ao escrever). Obs.: a imagem do texto deve ser reduzida a meia página e inserida no formulário, no espaço destinado à essa pergunta.

2- Idade da criança:


3- Em que ano escolar a criança está matriculada:


4- Como foi proposto a produção textual: (neste item você apresentará como propôs que a criança elaborasse seu texto, por exemplo: conversamos sobre as brincadeiras preferidas e pedi que escrevesse um texto sobre isso, a leitura prévia de um livro de história infantil, uma música, entre outros).

Obs.: utilize até 5 linhas para o preenchimento deste item.


5- Análise do texto da criança: (escrever aqui em que fase dos níveis conceituais linguísticos a criança se encontra)

Obs.: utilize 1 linha para o preenchimento deste item.

6- Explicação: (justificar os motivos que te levam a considerar que a escrita dessa criança está nesse nível conceitual linguístico, de acordo com as características percebidas no texto).

Obs.: utilize até 10 linhas para o preenchimento deste item.


7-Conclusão: (apresentar neste item como foi desenvolver esta atividade e como ela contribuiu para o seu aprendizado como professor).

Obs.: utilize até 10 linhas para o preenchimento deste item.

Comments


Bem vindos !

Somos a J&D Assessoria Acadêmica, contamos com um grupo profissionais altamente capacitados, que estão prontos para oferecer um serviço de qualidade.

Se você procura uma solução confiável e competente para auxiliá-lo na criação de seu projeto acadêmico entre agora mesmo em contato conosco.

Estamos prontos para atende-lo !

bottom of page